,
chão de orações
exposição de Daniel Vasconcelos Melim

encerra dia 30 de Dezembro de 2017

de terça a sábado das 16 às 20H
ou noutro horário previamente solicitado



Exposição resultante de uma parceria com o Mudas. Museu de Arte Contemporânea da Madeira que produziu um conjunto importante das obras que se apresentam na Porta33, cuja primeira apresentação pública teve lugar na galeria das exposições temporárias do MUDAS, entre Novembro de 2016 a Abril de 2017.

Esta exposição inclui imagens feitas à mão, sessões individuais em que o autor faz imagens para as pessoas abordarem um desafio pessoal e um livro com imagens e orações. O autor entende a sua vida como um acto holístico (inteiro e integrado) em que a criatividade (no sentido amplo do termo) está ao serviço da celebração da vida e da transformação pessoal e colectiva de quem o queira fazer. Na parte mais imediatamente visível (as imagens expostas nas paredes da galeria, feitas a aguarela e tinta da china), vêem-se sol, coisas quebradas, presenças celebrativas e forças incompreensíveis.

Daniel Vasconcelos Melim (Portugal, 1982, www.danielvm.com) divide a sua prática entre imagens feitas à mão (desenho e pintura), projectos com pessoas e escrita. Vive e trabalha em Lisboa. Formado em Pintura pela Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa (2006) e em Applied Anthropology and Community and Youth Work (MA) pelo Goldsmiths College (Londres, 2016). Finalista do Prémio EDP Jovens Novos Artistas 2007, venceu o Prémio Fidelidade Mundial Jovens Pintores em 2011 e foi shortlister do projecto mundial 100 Painters of Tomorrow (Thames & Hudson, 2014). Interessa-se pela dimensões afectivas, históricas, colectivas, políticas, ecológicas e espirituais da criação.

Top