recôncavo
Exposição de Fernanda Grigolin

Porta33 > 21 de Novembro de 2016 >18:30h
seguida de conversa com Fernanda Grigolin e Diana Pimentel

recôncavo acontece na página do livro para tomar a parede

recôncavo é um livro de artista que parte do fotografado para construir um lugar imaginário. Na feitura do livro, a poesia, o desenho e a montagem são essenciais. O recôncavo pode ser um antro, um buraco, uma cova, uma região geográfica delimitada ou nosso próprio corpo.

O ponto de partida da exposição é a única fotografia que Fernanda tem com seu pai. O anacronismo é auxiliar da proposta expositiva: há junções e disjunções de trabalhos, como uma grande colagem, como um diálogo que tenta manter-se em tempo e espaço díspares.

Na exposição será possível manusear o livro homónimo resultante da investigação de mestrado de Fernanda e vencedor de um prémio de livro de artista no Brasil (Proac 16, 2014, Edital de Livro de Artista, Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo) que teve como fio condutor textos de Herberto Helder sobre memória, montagem e poder.

Ocorrerá, na inauguração da exposição, o lançamento das últimas dez cópias de recôncavo.

Fernanda Grigolin (Curitiba, 1980). É artista visual, editora, investigadora e doutoranda em Artes Visuais na UNICAMP - Universidade Estadual de Campinas. Por dez anos foi activista de movimentos sociais no Brasil e na América Latina. Possui especialização em Direitos Humanos (Universidade de São Paulo) e é mestra em artes visuais na UNICAMP. Vive e trabalha em Campinas/SP.

A exposição é produzida e organizada no âmbito do Congresso Internacional Herberto Helder a vida inteira para fundar um poema, a decorrer na Reitoria da Universidade da Madeira (Colégio dos Jesuítas, 21, 22 e 23 de Novembro).

Top