Desenhos Estranhos [Uncanny Drawings] Colecção Madeira Corporate Services Curadoria de Adriano Pedrosa Porta33 > 22.02.2008 > 03.05.2008


Conversa com: Delfim Sardo e João Queiroz
Porta33 > 22.02.2008
Delfim Sardo: biografia (resumo)

Delfim Sardo nasceu em Aveiro em 1962. É curador, docente universitário e ensaísta.
É actualmente o Coordenador Executivo da Comissão Instaladora do Colégio das Artes da Universidade de Coimbra.
Desde 1990 que se dedica à curadoria de arte contemporânea, bem como à ensaística sobre arte. Entre 2003 e 2005 foi Director do Centro de Exposições do Centro Cultural de Belém, em Lisboa. Foi fundador e director da revista Pangloss.
Entre 1997 e 2003 foi consultor da Fundação Calouste Gulbenkian. Em 1999 foi o Comissário da Representação Portuguesa à 48ª Bienal de Veneza. É Professor de História de Arte Moderna e Contemporânea na Faculdade de Arquitectura da Universidade Técnica de Lisboa.
No campo das publicações destacam-se os volumes Julião Sarmento, Catalogue Raisonée, Edições Numeradas, Vol.1 (MEIAC, 2007), Luxury Bound (Electa, Milão, 1999), Jorge Molder (Caminho, Lisboa, 2005), Helena Almeida Pés no Chão, Cabeça no Céu (Bial, 2004) e Pintura Redux (Fundação de Serralves/Público, 2006).

Colabora regularmente como ensaísta para publicações sobre arte e arquitectura, em Portugal e no estrangeiro.
Para a Porta 33 escreveu sobre as exposições “À Flôr da Pele” de João Queiroz (1994), “Paint it Black” de Fernando Calhau e Michael Biberstein (1995), “Nebeneinander” de Jorge Molder, Julião Sarmento e Rui Sanches (1996), “What Makes A Writer Great” de Julião Sarmento (2000) e realizou diversas palestras sobre o trabalho destes artistas. Mais recentemente, proferiu também na Porta 33 palestras sobre coleccionismo (2007) e no contexto da exposição “Desenhos estranhos [Uncanny drawings]”, da Colecção Madeira Corporate Services, (2008).
A convite da Porta 33 prepara um conjunto de seminários sobre Arte Contemporânea que terá lugar, a partir de Janeiro de 2009, no Choupana Hills Resort & Spa.



João Queiroz: biografia (resumo)
João Queiroz, nasceu em Lisboa em 1957.
Licenciou-se em Filosofia pela Universidade Clássica de Lisboa em 1984. Entre 1989 e 2002 leccionou Desenho, Pintura e Teoria de Arte no Ar.Co, em Lisboa, onde foi também um dos responsáveis pelo Curso Avançado de Artes Plásticas. Expõe regularmente desde 1985. Está representado em diversas colecções privadas e institucionais, entre as quais: Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento, Fundação EDP, Fundação Calouste Gulbenkian - Centro de Arte Moderna, Ar-Co — Centro de Arte e Comunicação Visual, Colecção António Cachola, Campo Maior, Colecção Museu Estremeño e Iberoamericano de Arte Contemporanea, Badajoz e Museu de Arte Contemporânea do Funchal.

Foi o vencedor da primeira edição do Prémio EDP em 2000, na disciplina de Desenho.

João Queiroz tem vindo, com alguma regularidade, a trabalhar com a Porta 33, onde realizou exposições individuais, em 1994, 2000 e 2004 e participou em diversas palestras: com Miguel Branco (1993); com Delfim Sardo (1994); com Manuel Rodrigues (2004) e em 2008, novamente com Delfim Sardo, no contexto da exposição “Desenhos estranhos” comissariada por Adriano Pedrosa, da Colecção Madeira Corporate Services.

Top