José António Leitão
Auto-Re-Presentação: Retrato, Fotografia, Readymade

O retrato será o fio condutor do caminho a traçar pela arte do século XX: a partir da interrogação de auto-representações (em Cindy Sherman, por exemplo) como auto-retratos, interrogar-se-ão a identidade, a autoria, os contextos (institucionais, sociais, políticos, económicos, sexuais) da obra de arte, a representação, as circulações entre imagens e objectos, num percurso que, principalmente, incidirá sobre a Pop, o Minimalismo e o Conceptual – e as suas heranças, oposições e ultrapassagens. "Auto" de autor e automático. "Re" de intermediário, substituto e múltiplo. "Presentação", de presença e apresentação.

 

José António Leitão: biografia (resumo)

José António Leitão nasceu em Luanda em 1962. Vive e trabalha em Parede. Mestre em História da Arte (F.C.S.H.-U.N.L., 1990). Professor do Departamento de História e Teoria da Arte do Ar.Co-Centro de Arte e Comunicação Visual, desde 1992. Leccionou História da Arte nos Maumaus-Centro de Contaminação Visual (1995-96) e no Museu Nacional do Azulejo (1998-99). Publicou diversos textos sobre Lisboa, em periódicos e obras colectivas.

 

Top